Cárie de mamadeira

cárie - mamadeiraTão pequeninos, mas já suscetíveis ao s

urgimento de cáries! Sim, muitos pais não sabem, mas a partir do aparecimento dos dentes de leite lá por volta dos 6 meses, o bebê já pode sofrer com esta doença que causa a destruição da estrutura dos dentes. A chamada cárie de mamadeira, por exemplo, acomete principalmente crianças menores de 3 anos e está relacionada principalmente à ingestão de líquidos açucarados durante a noite. Ou seja, aquela história de que não devemos dormir sem escovar os dentes também vale para os pequeninos!

Vários fatores favorecem o aparecimento da cárie, como o tipo de dieta da criança, higiene, bactérias e resistência imunológica e dentária de cada pessoa. Segundo a Dra. Juliana Frigo, especialista em Odontopediatria na Clínica Frigo, a cárie de mamadeira é uma cárie aguda, agressiva, de evolução rápida e que provoca muita dor, podendo causar a destruição dos dentes de leite em um curto espaço de tempo.

“Após a erupção do primeiro dente de leite, a criança já esta suscetível a doença cárie e os cuidados com a higiene bucal e a alimentação devem ser redobrados”. Ela explica qual é a causa da cárie de mamadeira.

“Depois da mamada, o leite fica estagnado na boca da criança. Além disso, a salivação da criança diminui durante o sono e ela engole menos vezes, ocorrendo a estagnação desse leite sobre a superfície dos dentes por muito tempo. Esses fatores, associados a uma má higiene bucal, fazem com que a cárie se desenvolva muito rapidamente, causando grandes estragos nos dentes das crianças”. A especialista ressalta que os dentes de leite anteriores superiores são os primeiros a serem afetados.

O primeiro sinal da cárie de mamadeira é o aparecimento de manchas brancas em forma de linha esbranquiçada próxima à gengiva. Essa condição é reversível e pode ser tratada. “Por isso é tão importante que os pais procurem um Odontopediatria para receberem as orientações adequadas. Mas, se não houver cuidado, o problema pode evoluir para cavitações, causando dor, sensibilidade, comprometimento estético”.

Para evitar a doença cárie, diz a Dra. Juliana, é importante que a criança, após a erupção dos dentes de leite, não se alimente durante a madrugada, nem através do aleitamento materno nem com mamadeira.

“Se seu filho gosta de tomar leite antes de dormir, aconselho que esta última mamada seja realizada pelo menos meia hora antes de a criança dormir, para posteriormente efetuar a higiene bucal. Para crianças que tomam mamadeira, a mãe pode diminuir, gradativamente, a quantidade de leite e aumentar a de água de forma que, depois de quinze dias em média, a mamadeira esteja sendo oferecida somente com água, o que leva a criança a dispensar a mamada a noite”.

E mais: nunca adoce a chupeta com mel ou açúcar para que a criança se acalme e adormeça. Água, leite, sucos e chás também não devem ser adoçados. A criança não conhece o sabor do açúcar, portanto não sentirá sua falta.

Leia também -

Crianças, hora de ir ao dentista!

Fada dos dentes? Já era…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *