Natação para bebês

bebê natação

É na infância que o gosto para o esporte e a prática física se formam. Pais que estimulam atividades esportivas dos filhos sabem que os benefícios são incontestáveis. Há quem não queira perder tempo e já coloque o rebento desde bebê para fazer natação.

De acordo com um estudo da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), bebês que praticam natação desenvolvem mais o equilíbrio e a capacidade de compreensão do que aqueles que não sabem nadar.

“Quanto maior o número de estímulos a que se expõe uma criança, maior é a capacidade de aprendizado. A natação é o único exercício que estimula todas as partes do corpo, pois a água proporciona movimentos tridimensionais, por isso é considerada tão completa”, explica Cassiano da Costa, educador físico e coordenador de atividade física do Levitas, Centro de Bem-Estar, localizado em São Paulo.

No Levitas, para que as crianças

tenham condições de aprender com segurança, transformando o medo do desconhecido em um ambiente alegre e de prazer, as aulas são ministradas junto com os pais em grupos de até seis bebês (de 3 a 12 meses) e a piscina é aquecida em aproximadamente 32°. “É muito importante que a criança esteja com a vacinação em dia e que os pais tenham autorização do pediatra”, complementa Cassiano.

A atividade desenvolve a capacidade de socialização com outras crianças da mesma faixa etária, trabalha a adaptação ao meio líquido, além de aperfeiçoar a coordenação motora e a capacidade respiratória.

Outros benefícios também podem ser observados no dia a dia, como aumento da disposição geral, do sono e do apetite, além do fortalecimento do tônus muscular e aumento da resistência do organismo. A natação estimula ainda a segurança, a afetividade, prontidão e independência.

E vocês, mamães e papais, estimulam que seus filhos pratiquem esportes? Contem para nós.

Leia também: Pilates para crianças

zp8497586rq

Os comentários estão encerrados.